segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Escravos da aparência


Ao acordar, as pessoas levantam-se dos seus aposentos e se arrumam para vida. Se vestem com suas hipocrisias e de fortalezas, enquanto suas roupas íntimas são fragilidades.
Ligam o piloto automático para seus afazeres cotidianos, mas não são capazes de quebrar a rotina, de mostrar suas derrotas.
São responsáveis com seus afazeres e irresponsáveis consigo mesmas.
Se maltratam para que tudo pareça bem.
Socialmente estão perfeitos e interiormente em deterioração.
Onde vamos parar? Onde está a liberdade que foi comprada com sangue, se permitirmos sermos presos por nossas próprias cadeias internas?

Fomos avisados de nossas aflições e instruídos para ter bom ânimo. Não convém mentir para si mesmo.

Pastora Bia Diniz (ICB Candido Mota - SP)

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Faça o Pr Edmilson feliz: Deixe um comentário respeitoso, gentil, edificante e construtivo. Algo que enriqueça o que foi dito.
Agradeço o tempo que você gastou ao deixar algumas palavras aqui.



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License

BlogBlogs.Com.Br